segunda-feira, 7 de março de 2011

3 horas com ele.... 3 horas!



Hoje é segunda feira, são 13:30hs, meu pequeno rebento dorme deliciosamente bem no centro da minha cama, me impossibilitando de me deitar também.
Por isso vim aqui, blogar.

Eu prometi a mim mesma que nesse feriadão prolongado eu não iria usar a internet, mas cá estou.
Além da gripe absurda que peguei, e de um catarro que se instala na minha cabeça que parece pesar mais ou menos 100Kg, uma tristeza imensa toma conta de mim nesse Carnaval.
Esse é meu primeiro carnaval, em 7 anos de vida com JESUS que não vou ao retiro da Igreja.
Em 2009, eu estava gravida, e fui
Em 2010, Emanuel era pequenino e eu fui.
Esse ano, eu poderia ir sim.
Mas decidi não ir..

Mas ainda não é esse, o motivo da minha tristeza.
É que eu tomei uma decisão muito importante na minha vida essa semana.
Decisão esta, que visa dar mais qualidade de vida (relacionado a finanças) a minha familia.
Decisão esta, que vai me fazer ficar 3 horas por dia com o meu filho.
Isso mesmo! De mãe 24 horas, de uma hora pra outra, terei apenas 3 horas do meu dia pra ficar com meu filho.

VOU VOLTAR A TRABALHAR!
E COMEÇAREI NA QUARTA, DIA 09-03.
Sim, prometi que ia tentar ficar pelo menos 1 ano em casa, mas a realidade que fez mudar de idéia, e o bolso também.
Dia 01 de março, completou 6 meses que optei sair do emprego pra me dedicar ao meu filho.
Foram 06 meses deliciosos, onde eu vivi a maternidade 24hs do meu dia.

E agora bruscamente, o tempo que terei pra amar meu filho será das 19 as 22hs.
Sim, vou sair antes dele acordar, não almoçarei em casa, e chegarei do expediente as 19hs.
Meu filho costuma dormir as 22hs, então este será o tempo em que poderemos nos ver, e nos amar.

São 3 horas do dia que disponho pra abraçá-lo, beijá-lo.
São 3 horas do dia que poderei ensinar algo de valioso pro meu filho.
Não darei mais almoço, lanchinho, jantinha, não darei mais banho e nem contarei histórias.
Não assistiremos Tv abraçados a tarde e nem dançaremos na sala feito loucos.

Como otimizar o tempo, e fazer essas 3horas renderem, e que nelas caibam todo amor que eu tenho pra dar, e tudo o que eu quero ensinar?

Eu tô péssima.
Acho que meu marido nem sabe.
Só vai saber "SE" ler esse post.

Em 3 anos de Blog, eu sempre quis ser o mais alto astral possível, e jamais transparecer algum tipo de tristeza.
Mas hoje eu jogo a toalha.
Eu estou mal.
Muito mal.

Pelo tamanho do post já dá pra ver que tem algo errado, pois eu não costumo escrever posts-livros.
Meu marido saiu pra trabalhar, e eu tô aqui sozinha. Digitando, chorando e olhando pro meu filho dormir de boca aberta com a chupeta caída do lado.
Eu não paro de chorar.

EU TÔ MUITO MAL....
JESUS, CONFORTA MEU CORAÇÃO, PAI.
EU PRECISO DE TI.





21 Comentários:

Sandra Hellen disse...

Oh minha querida!! Chorei em imaginar sua situação...não deve ser fácil ter que se adaptar a essa nova situação. Quando penso em voltar a trabalhar também sinto meu coração apertado e na verdade nem quero pensar sobre isso agora...

Que Deus conforte seu coração para que você possa lidar com essa situação da melhor forma possível!!

Beijos! Amor, paz e luz pra você!!!

O mundo da Dani disse...

ai amigaaaaaaaaaaaaaaa, q situação viu...mas vc é uma maezona, e se vc precisa voltar ao trabalhao ate mesmo para dar mais conforto para vidinha do emanuel... entao...
deus sabe q vc é uma mae maravilhosa e só faz o melhor para seu filhote..ele vai ficar com sua mae?

Maristela Mafort disse...

Ai, Dani... não é nada fácil esta situação. Só Deus msm.
E que ele possa confortar seu coração tão aflito. Peço a Deus tb para que as 3 horas diarias com o Emanuel vc possar amá-lo e ensiná-lo como sempre fez.

Gostaria de estar perto de vc agora... mas em pensamento estou... então sinta o meu abraço bem forte agora.
Fica com Deus

Maristela

Fabi disse...

Oi Dani... achei seu blog no blog da Dri Viaro... menina, choro com você, viu!!! Também sou mãe e sei como é isso!!! Eu nunca trabalhei assim de ficar o dia inteiro longe da minha filha. Sempre consegui estar perto dela, de uma forma ou de outra. Quando trabalhava como professora, era só meio período e quando trabalhava com o meu marido, bem, tinha disponibilidade de ficar com ela algumas horas extras... mas o fato é que saber que não faremos parte da vida deles, do crescimento dele seja uma sequer, corta mesmo o coração. Eu queria que ser mãe fosse algo remunerado porque é algo que amo fazer, ainda que com alguns tropeços... Mas Deus não vai te desamparar... Ele sabe o quanto está sofrendo e vai te amparar sim. Eu hoje estou desempregada. Fico com minha filha quase 24 horas por dia. Exceto as horas que ela fica na escola. Eu amo de paixão estar com ela, mas sinto tanta falta de trabalhar.... Sinto muita falta de ter o meu dinheiro, de poder ter comando de alguma coisa, de poder ajudar.... Os dois lados são importantes, então, fique na paz que tudo vai se ajeitar. Seu filho terá orgulho de você por isso, pode ter certeza. Ele até pode chorar por não ter você perto, mas vai saber te admirar. Um gde bj da Fabi. Ah, estou te seguindo, tá. Se quiser me visitar também, será muito bem vinda, viu.

Vivian disse...

Ô meu Deus! Duro mesmo, me imaginei no seu lugar... Logo vou ter que enfrentar isso tbm! Mas pensa que agora vc poderá dar a ele mais conforto, mais qualidade de vida, como vc mesma disse!
Estou torcendo por vc tá?
Bjo

Ana. disse...

Aaah,não fica assim,realmente é triste mais você ainda vai ter 63 horas por semana pra ficar com ele,afinal tudo na vida tem coisas boas e ruins.
beijos

selma pereira disse...

Oi Dany...Nossa fiquei triste com você só de ler este post, imagino sua tristeza de ter que deixar seu filho o dia inteiro sozinho, eu também trabalho o dia inteiro e sobra pouco pra ficar com ele. Dai me foco em duas coisas que me ajudam muito, uma é que quando estou com ele, nam que seja três horas, serão as melhores possíveis pra ele e pra mim e a segunda é que com o meu trabalho posso dar uma condição melhor, como uma boa escola, um bom plano de saúde, etc.

E é isso, se temos que trabalhar o jeito e focar o lado positivo, mesmo que seja pequeno, pois essa distância não é fácil mesmo.

Bjs. e que Deus te console.

Selma

Daiana M. Santos disse...

Oh Dani não vai ser nada facil p/ vc amiga, mais muita força que vc consegue e logo vcs entram nesse ritimo, depois vc terá os finais de semana livre tb não? dai vc vai aproveitar muito seu pequeno!
Deus sabe o que faz e se ele te deu essa opção é pq sabe que vc consegue.

Bjoss!!!

Contexto SEO disse...

Obrigado pela visita no Blog de Pai e pelos elogios! Visite sempre e continue comentando.

Suélen Thábata disse...

Oi Dani!
Eu imagino como você está se sentindo, eu voltei a trabalhar meu filhote tinha 11 meses, fiquei tão sem chão, mas a gente se acostuma com o tempo... infelizmente precisamos fazer parte do grupo de mães que trabalham.
Tem dias que meu filho nem me vê, chego do trabalho às 19:00 e ele já está dormindo. Porém há dias que eu chego, e fazemos a maior bagunça, brincamos, corremos, gritamos, dou muito amor, carinho, abraço, encho de beijo, e ficamos "quites". Mesmo assim me sinto uma mãe ausente, então nos fins de semana não marco NADA, eles sao exclusivamente do meu filho.

Não fica assim, quando a gente volta a trabalhar é assim mesmo, não se sinta ausente, ou triste, porque você é uma mãe maravilhosa, e o Tiguim sabe disso.

Beijão, otima semana, bom trabalho!!

Kikah disse...

compartilho muito da sua dor.
Deus te abençoe e acalme teu coração.
beijos

Michelle Bueno disse...

Chorei e sofri juntinho com você. Que Deus continue te abençoando. Muitas vezes não entendemos o trabalhar do Senhor, mas com certeza ele cuida de nós com o mesmo zelo e dedicação que você cuida do seu baby.
Força.

Rosana Borges Lacerda disse...

Às vezes vale mais a pena reajustar a qualidade de vida, sem necessáriamente ser uma vida de privações, do que perder nosso valioso tempinho com nossos filhos, aqui em casa nos adequamos a viver com menos, coisas que lá no fundo eram desnecessárias, para eu ter mais tempo com nossa filha, dos 10 meses que trabalhei perdi muitaaa coisa. Senti muito por isso, coisas que eu queria ter feito por ela e com ela, e que outras pessoas fizeram, não me arrependo um minuto de ter parado de trabalhar. Talvez seja o caso de você e o marido conversarem, coloque na balança o que vale mais pra vocês, a menos que as finanças estejam beirando o vermelho, não vale a pena. Eu sempre falei isso: Queria ser pra minha filha uma mãe igual a minha mãe foi pra mim. Ninguém é capaz de cuidar de um filho como uma mãe.Seja como for espero que dê tudo certo.

rainha da inglaterra disse...

dany linda.... nem sei o que dizer~
mais seu pedido tenho ceteza que Deus ja mandou: confortar seu coracao!
bjinhos

Juliana disse...

Minha linda, como as coisas são engraçadas, estava eu aqui em casa triste, deprimida mesmo em pensar em trabalhar e perder todo esse tempo maravilhoso grudadinha na minha Gigi...estava procurando uma saída, sei lá, algo que eu pudesse ganhar dinheiro em casa ( ou pelo menos que eu fique poucas horas fora) e continuar curtindo minha gatinha...Quando leio o seu post com aflição igual a minha..
Querida amiga, compartilho sua dor e reconheço como minha, choro todos os dias e faço o mesmo que vc. Peço muito que Deus conforte meu coração! Que Ele conforte tbm o seu ou lhe ajude a encontrar uma solução!
Beijos !

vanessa disse...

Nossa! Chega a ser desumano neh? As vezes me pergunto se nós mulheres realmente estávamos preparadas para essa evolucao na historia e essa tal ascensao que buscamos tao veemente, estou sofrendo tanto ao ponto de achar que la no fundo nascemos para cuidar da casa e dos filhos, senao nao sofreriamos tanto ao nos depararmos com esta situacao de deixarmos nossas crias e o coracao quase se dividir ao meio. Tambem estou vivendo isso, e pior que ao chegar do trabalho ainda vou na faculdade, to me sentindo a pior da mulheres, sinto que estou perdendo algo, quando chego ela ja dorme, procuro compensar nos horarios de almoco e fins de semana. Que Deus nos de forcas porque precisaremos... Fica em paz tah!!!

Um grande bjo...

Glauciana disse...

Querida, eu sei como é difícil essa situação, pois já passei por ela duas vezes, apesar de ficar 1 ano com meus dois filhotes.
Mas, saiba, nossas crianças são muito adaptáveis e trabalhar faz parte do nosso universo moderno.
Eles verão mamãe feliz e estarão, por consequência, felizes.
O que importa mesmo é a qualidade do tempo em que passam juntos, em como se relacionam e a segurança de que ele tem que você estará ali sempre por ele, independente do número de horas que passam diariamente.
Boa sorte pra vocês e um beijo bem carinhoso.
Glauciana
@BlogCoisadeMae

silvia disse...

OI Dani passei aqui pra ver como vc está? fiquei muito triste com seu post pois sei como vc sonhou em ser mãe. mas sei também que como serva do senhor tomou a decisão certa que colocou na mão do senhor.Olha eu ja tomei essa decisão a 5 anos atras e te digo foi a melhor da minha vida nada nesse mundo paga os 5 anos que tenho vivido com luiza cada etapa da sua vida. como foi bom ver seu primeiro dia no balé, na natação, e ir buscar ela na escola com a belinha que a deixa super feliz,se derepente tivesse parado de trabalhar teria realizado alguns sonhos materiais amais. mas como Deus e nosso provedor tem nos sustentado super bem. mas olha fica em paz, espero em breve ler um post bem alegre aqui. bjussssssssssss

haja aspas! disse...

Amiga, respire fundo. Sempre.
Você sabe o motivo de suas decisões e lhe desejo sabedoria pra segui-las adiante com amor.
Beijos e fique bem!

O mundo da Dani disse...

t amooooooooooooooo gatíssimaaaa...se deus quiser vamos poder passar juntas os fins de semana vivaaaaaaaaaaaaaa...quase visinhas...rsrsrs

Ariela disse...

Sei bem o que está passando... Estou na mesma situação... é bem complicado, mas necessário,pois é para eles que nos esforçamos e abrimos mão de muitas coisas... Meu filhote foi muito desejado e hoje tem 1 ano e 9 meses, tem andado chorão, fico pouco tempo com e tem dias que deixo na escolinha de manhã e quando chego em casa as 23:30 ele está dormindo... Sofremos muito mas também valorisamos e damos qualidade nas horas que estamos com eles... Não se culpe, pense que está fazendo esforços também para o bem estar dele!!
bjokas... vou seguir seu blog!!

Related Posts with Thumbnails

Meu Orkut

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo

Receba atualizações no seu e-mail!

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO  

BlogBlogs.Com.Br