sexta-feira, 20 de junho de 2014

Relato do Parto



Tudo começou quando descobri que estava gravida de novo, e estava órfã de G.O
Minha medica desde a adolescência, aposentou-se da obstetrícia, mas me indicou um colega.
Rapazão novo, medico estilo galã de novela. E ruim de serviço, absurdamente ruim de serviço!

Fiquei com ele até as 22 semanas, e pegando indicação com uma amiga, parti pra outro medico.
Vovozinho, experiente, antiquado, mas querido.
Porem, cesarista ao cubo!
Me tirou todas as esperanças de um parto normal já na primeira consulta. Essas eram as regras dele.
Tive que aceitar, afinal, já tinha abandonado um medico omisso. Não tinha animo pra sair a procurar de um terceiro.

Ok, Dr. Aceito suas condições!

Tudo correu bem até eu entrar nas 38 semanas, e o danado do vovozinho não se manifestar com relação a data do parto.
Eu já tinha comprado a ideia de cesárea, então marque logo, Sr Doutor!
Mas ele me enrolava.

Eu estava muito ofegante e dormindo mal. Inchada dos pés a cabeça.
Cinco anos mais velha, muito menos animo.
Na primeira gestação tava animadona nas 40 semanas, nessa... não mais!

Enfim, mas 39.2 semanas, o medico me avisou: Farei seu parto amanhã!
Nossa!! Então vamos correr ne?
Ajustei o que faltava e avisei a turma!

No outro dia, dei entrada no Hospital, e enquanto estava na recepção, em menos de 10 minutos, 3 acompanhantes chegaram bufando e reclamando que as suas mulheres pariram há horas e ainda estavam aguardando quartos vagarem. Me horrorizei. Será que comigo aconteceria o mesmo?

Fui da recepção direto pro centro cirúrgico.
Frio e sem sentimento.
Um abatedouro.
Tudo tão mecânico! - pensei.
Meu Deus, e mais uma vez meu sonho do PN não deu certo!

Entrei numa tristeza profunda naquele lugar.
Todos os procedimentos foram feitos, e as 19:35 escutei o choro do meu segundo filho.
Nenhuma comemoração, nenhuma palavrinha doce da equipe.
Mesmo cesárea, no meu primeiro parto a medica fez uma festa!
Proferiu palavras de bênçãos sobre meu filho, disse que era lindo, saudável!!! As pessoas da equipe comemoraram entre si.
Nesse: nada!

O bebê passou por mim, dei um cheirinho de segundos nele, e ele sumiu pelas portas daquele lugar.

Fui pra sala de reanimação, onde as mulheres esperam as pernas voltarem pra só depois ir pro quarto.
Comigo, varias mulheres, paridas há mais horas que eu, esperando ali um quarto.
Pensei: to perdida!!

Mas la fora, meu marido já tinha chamado até o advogado dele, pra apertar o povo do Hospital, e por causa da pressão deles, consegui com 2hs depois um quarto de enfermaria.
Putzzzz, meu plano é apartamento! Mas vamos lá, é o que tem!

2hs na enfermaria, arrumaram um quarto pra mim, e lá vai eu trocar de quarto.
Só então pude olhar direito pro meu filho, tocá-lo.
Quase meia noite, e eu pude ter meu filho!

Enfim, não foi legal.
Foi um parto triste.

Mas o Senhor reservou muita saúde pro meu pequeno, e uma boa recuperação pra mim.
E de todas as frustrações, saí de lá viva, com um filho muitíssimo saudável nos meus braços!

Mas carrego comigo, a frustração.
E digo a quem tem o sonho do PN, tentem! tentem!
Eu quis por 2x, na primeira fui enganada, na segunda me tiraram o sonho.
Hoje carrego uma cicatriz imensa em meu corpo, mal feita, feia. O dobro do tamanho da primeira!
Uma marca feia na minha pele, e triste no meu coração.

O que me alegra, digo mais uma vez, é que Miguel veio perfeito, e recheado de saúde!
Apenas isso!



5 Comentários:

Lyanna Souza disse...

Lamento muito que tenham te negado o direito de ter os teus filhos da forma como vc desejava que fosse... é lamentável que aqui no Brasil tenhamos que brigrar para que nossos direitos sejam assegurados! Fico feliz que o Miguel tenh vindo ao mundo com muita saúde e te desejo jma boa recuperação! Bjos

Rebeca disse...

Dani, seu parto foi o mesmo que o meu. Meu obstetra me ignorou completamente e saiu do centro cirúrgico sem ao menos me dar um tchau. Fui vê-lo no dia da alta... Meu filho nasceu 16:50 e eu fui vê-lo no outro dia pela manhã.
Meu parto tb foi triste.
Mas como vc, Deus me deu o consolo de um filho saudável e amado.
Deixe esse passado lá atrás. Que venham dias de muita alegria com Tiguim e Miguel!

Beijos

Geovanna disse...

POxa miga...que triste... eu tbm fiz duas cesarias, mas nao tive o q reclamar, era o mesmo medico, mesmo hospital, mesma equipe... Mas sonho ainda em conseguir, se vier o terceiro, tentar um PN... Que Deus alegre seu coração no decorrer desses dias!! BJos!!

Mãe de três disse...

Estou esperando o quarto filho, fiz 3 cesáreas, e hoje entendo que se eu quiser fazer um parto normal terei de enfrentar Deus e o mundo e persistir. Acho importante vocês estarem bem e só fico triste por você não ter tido o apoio necessário.

Um abraço com carinho
Cynthia


www.maedahora.com

Ana disse...

entendo sua dor, mas se me permite dizer, como vc. mesma afirmou em seu post, vc. sabia desde o início que este médico era cesarista. Foi uma escolha sua. Vc. queria ter tido forças, animo, coragem, tempo... para fazer uma escolha diferente. Mas não, o médico velhinho era cesarista e não escondeu de vc.
Paz, saúde, felicidades de agora em diante pra vc. e pra ele. Ana

Related Posts with Thumbnails

Meu Orkut

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo

Receba atualizações no seu e-mail!

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO  

BlogBlogs.Com.Br