segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Ele me envergonhou...

Ontem eu quase perdi as estribeiras, descalça, olhei pro sapato, pensei em colocá-lo no pé e sair correndo dali...
Meu filho, pela primeira vez em 1 ano e 3 meses juntos, me tirou tanto do serio como ontem...
Imediatamente me veio a cena de uma criança no supermercado se jogando no chão ....
Não, não foi isso... mas foi quase....



Bem, eu sou voluntária no Depto Infantil da Igreja 2 domingos por mês, e Tiguim fica comigo na salinha. E nos outros 2 domingos em que assisto culto (ou deveria assistir) deixo ele com as voluntarias da outra escala...

Bem, eu tento deixá-lo NE? Pq com no Maximo 30 minutos na sala, meu nome já aparece no telão, com a equipe me chamando ... Pois ele abre o berreiro e eu preciso buscá-lo.

Mesmo nos domingos em que ele fica na salinha comigo, ele não fica 100% bem.... chora, faz manha, abre o bocão quando eu dou atenção pra outra criança
Mas Ontem, de todos os dias, foi o pior de todos.

Eu estava em escala de trabalho, e o Tiguim chorou por 2 horas quase que seguidas durante a aulinha.
Eu sentava com as crianças em meia lua, ensinava uma musiquinha, e se eu virasse as costas pra ele ele abria o bocão...
Se eu fosse colocar a chupeta na boca de um bebe, ele abria o bocão.
Se eu fosse preparar o mamá de outra criança, bocão de novo







Ele estava abalando o emocional das outras 12 criancinhas que compartilhavam da salinha com ele;
E eu conseguia enxergar claramente nos olhos das outras mães, um olhar de reprovação... quase conseguia ler seus pensamentos; “que menino manhoso” “ faz ele calar a boca”

Mas elas não estavam erradas não.... ele chorava, fazia manha, e as outras crianças choravam também. Ele desestruturou todo um grupo.

Eu, do lado dele, e ele se jogando no chão, batendo perna, chorando ....
Eu fiquei tão, mas tão envergonhada, que eu queria largar tudo e sair dali correndo.

O Tiguim está impossível. Grudado ao extremo, tão apegado em mim, que já passou da linha considerada “fofinha’ ... está insuportável.

Mas isso só acontece em lugares externos. Aqui no condomínio, ele fica de boa, brinca com outras crianças e tudo... mas saiu na rua: acabou!

Ele não quer se relacionar com outras crianças...
Ele só quer a mim. Parece um bicho do mato, gente.

E horrível dizer isso do meu próprio filho... mas ontem eu tive vontade de sair correndo!

12 Comentários:

Suellen disse...

Dani, acredito que seja fase, uma fase um tanto quanto chata isso sim, mas fase..Enfim, por mais que saibamos que eles entendem SIM oque dizemos e pedimos, ainda fica dificl dizer se NAQUELE momento ele conseguiu entender o que ele deveria fazer, que era brincar e interagir e não chorar. Enfim, não se sinta péssima não viu, isso definitivamente não é mãe que ensina, a gente só descobre que não é quando a coisa é com o nosso, mas é isso mesmo, ora ou outra a gente se entende, e acaba que eles mesmo se entendem sozinhos..
bjão

Bru disse...

Ai eu bem sei como é...a minha vizinha cuida da minha bebe, ela está com 1 ano e 10 meses, mas, já vai para a escolinha e quando chega às 17:00 hs. fica com a madrinha que é vizinha, quando chego é so elogios, ela comeu bem, não chorou, brincou etc...mas quando pego e fica comigo...se eu vou na cozinha chora, se eu vou no banheiro chora...e eu nem consigo chamar a atenção pois eu trabalho e não fico o dia inteiro com ela aí fico com remorso, mas, também se fico com ela, acaba tudo é um docinho rsrsr, bjs e boa sorte. Espero que logo ele se enturme...rsrs

Dri disse...

Dani sera que ele tem ciumes das outras crianças????
E criança tem momentos que não querem e tem noção de que é preciso ficar ali ne! Te entendo perfeitamente, fique tranquila pois não é culpa sua.
Seu tinguim esta cada dia mais lindo.
Beijinhos.

Mamãe Nádia disse...

Oi Dani,isso é assim mesmo nessa fase. Ele está tirando todo o atraso do tempo que vc ficou longe dele, agora ele tem a mamãe só pra ele e por isso fica grudadinho em vc.Pros bebês você é só dele, você ainda faz parte dele, é a fase egocêntrica, o mundo gira só em torno deles, na visão dos bebês. Dá todo o carinho pra ele, se ele chorar dá atenção pra ele, não força que ele se desgrude e se enturme com os outros. Por isso não é bom as mães pegarem muitas responsabilidades quando tem bebês. Eu passei por isso antes, estou passando agora e também já estudei isso na faculdade, não tem como mudar. Eu tb fico meio irritada as vezes quando o meu pequeno não me deixa fazer nada, mas eu lembro que com o meu 1° eu fiz tudo tranquilamente, dei muito amor pra ele nessa fase, não forcei nada, entendia as manhas dele, dava muito colinho e deu tudo certo. Hoje ele é um meninão de 5 anos bem confiante, pois sabe que é amado. Eu não me arrependo de ter dado bastante colo pra ele, afinal amar nunca é demais! E eu tb tinha cargos na igreja, mas larguei tudo pra acompanhar o meu bebê agora. Eu levo ele na escolinha das crianças, fico lá junto, acompanho, não forço nada. Quando ele crescer eu volto a ter cargos. Ele é mais importante agora. E sei que Deus quer que a gente cuide deles em 1° lugar, essa fase é crucial,eles precisam muito da mãe. Bem, espero ter ajudado! Beijos!

Hellen Dayane disse...

Oii... adorei seu post.. rsrs... mostra bem o que praticamente toda mãe passa.. todo dia que vou me arrumar pra ir à igreja a minha filha mais velha começa a dar piti... gente... me estressa total.. me dá vontade de gritar, de chorar... ela quer a roupa do jeito que ela quiser, o cabelo do jeito dela, se não for, começa a chorar, e eu estresso mesmoooo.... Adorei a foto do seu bebe, o biquinhooo... rsrs

Recanto das Mamães Blogueiras disse...

amiga bem vinda ao clube, aqui é assim ou pior, davi nao vai no colo d ninguem , se me viro d costas entra no meio das minhas pernas e gritaaaaaaaaaaaaaaaa e chora, e se joga nao chao


affffffffffffffff
são lindos , mas nos fazem passar por cada uma affffffffffff

Mamãe Feliz disse...

Nossa amiga, que grudinho! Rsrs. O meu não é assim comigo pq fica na escolinha desde 6 meses, mas de qq forma é muiiiiiiito mais chicletinho com o pai do q comigo....bom fica tranquila e tenta ter calma linda! Bjokas pra vcs!!!!

Lívia Beatriz disse...

Ai Dani, que coisa né? Mas acho que essa mudança na vida dele com você deixando de trabalhar e passando todo o tempo ao lado dele deve ter mexido com a cabecinha dele. Eu nem sei o que te dizer pra melhorar isso.

Beijos!!

Milka disse...

Esse grude todo é medo de te perder, ele já ficou um tempo sem vc e agora não quer largar o osso,kkkk

Fica calma que ainda vai demorar um pouco pra passar, é uma fase braba..aqui acho que já está acabando pelo menos espero que sim.

Lá na igreja elas ficam bem na salinha, raramente choram. Mas eu morro de preocupação e fico indo lá toda hora,kkkk

beijus pra vcs

.Mone disse...

Não liga muito para isto se não dá logo cabelo branco...rsrs.
Mas falando sério, já passei por estas em casa mesmo.
Acho que com o Pedro desacustumar de "mãe toda hora", foi mais fácil quando ele ganhou a gatinha. Lembro que ele chorava quando ela fugia dele, e eu (meio dura como sou)não consolava ele pelo fato dele estar batendo nela.Ele logo parava de chorar. Agora ele pega os brinquedos de montar e faz sua propria gatinha de lego, brica o dia todo e nem me dá bola...é móle!
Mas quando o pai chega, é aquela festa, pede log colo(do pai).

Vanessa Dias disse...

Oi dani,
Amiga tb acho q é fase q o Tiguim está passando. Sei q é chato, mas com o tempo ele vai mudar, ele deve está passando por uma fase de insegurança, medo de ficar longe de vc. O Pedro as vezes fica muito grudado em mim, n me quer com outras crianças, mas n é sempre. Só nos dias em q está mais enjoado, q n dormiu direito ou n comeu bem etc. Será q n foi isso q aconteceu nesse dia?
Mas tenha paciência, sei q é complicado mas ja já isso passa. Bjsssssssss

Andrea disse...

Olha, minha filha tem 2 anos e 5 meses e ainda é muito grudada em mim. Em ambientes estranhos, ou até mesmo em casa, na casa dos avós, com os primos, ela não desgruda. Quer brincar com eles, mas quer que eu fique junto. Na escola, todas as crianças já se adaptaram e se largam da mãe. Ela, que já está lá há mais de 4 meses, ainda se agarra na minha roupa para eu não ir embora. Quer que eu fique brincando. É muito agarrada, quer colo... nunca achei chato, mas sempre fiquei muito preocupada porque não sei se é insegurança dela, se é timidez (ela é extremamente tímida). O ano vai acabar, ano que vem será nova professora e terei mais uma vez problemas de adaptação dela (e ela nem bem se adaptou no maternal!).
Nós mães nunca sabemos o que fazer quando um filho nos deixa numa situação inusitada. Eu tento compreender minha filha, conversar com ela, explicar que se ela é tímida isso não é problema ... mas eu também não sei como resolver. Acho que às vezes ela me acha como uma criança e que eu tenho sempre que estar brincando com ela (não sou do tipo de mãe que deixa largada em casa brincando, ou largada em outro lugar ...)Vejo que seu filho é muito grudado também. Talvez seja porque fique muito com você durante o dia. Então, quando está em outro ambiente, quer compartilhar tudo também com você. Sente prazer na sua presença. É isto que sinto que minha filha pensa. Ela acha que tudo fica mais divertido e legal quando estou junto, porque eu interajo com ela e com as crianças.
bjs.
andrea, mamãe da Manu
manias de ser MÃE.blogspot

Related Posts with Thumbnails

Meu Orkut

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo

Receba atualizações no seu e-mail!

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO  

BlogBlogs.Com.Br