sexta-feira, 18 de março de 2011

piolhos

Ola, quem é vivo sempre aparece, né?



Mas quem é vivo e trabalhador braçal aparece menos.



Então girls, eu estou sumida há quase 1 semana por causa do novo emprego. Assunto para um proximo post.



O que aconteceu de novo enquanto estive fora do Blog, foi o tal PIOLHO.



Sim, ele apareceu nas nossas vidas. E eu sempre imaginei que iria conhece-lo somente na fase pre escolar do meu filho. Engano meu!



A pedido do marido e pra evitar possíveis Bullyngs ( é assim que se escreve?) prometi postar sobre o assunto somente depois que meu pequeno estivesse livre, livre livre dos tais parasitas.



Olha, a reação ao saber que seu filho, tão novo está com piolho, é horríevl.



Porque se vincula piolho e falta de higiene. Isso é de praxe!



E foi a primeira cobrança que recebi de todos da familia. Onde eu estava e o que eu estava fazendo que deixei Emanuel pegar piolho?



Han? Cumassim?





Sim, mas foi bem assim.



Me senti péssima depois das cobranças, pois até então, eu achei super normal.



Gente! Nossos filhos um dia pegarão piolhos. Isso é fato!



A diferença é que o meu pegou mais cedo que o normal.



Não sou suja nem porca, cuido da higiene do meu filho com afinco. Simplismente aconteceu.



Não posso coloca-lo em isolamento, tipo o menininho do comercial do Repelex.. kkkkk



Ele precisa brincar, e interagir com outras crianças.



E eu como mãe, não posso pedir uma lista de exames médicos para as crianças que brincam com ele no parque ou na escolinha da Igreja, pra que assim, elas sejam permitidas a chegar perto do meu filho.



Aconteceu! E chega! Não me crucifique seja vc parente ou amigo.



(Ufa, momento desabafo!)





Bem, agora que já passou tá td legal de novo. Tratamos com Escabin, que foi otimo, até melhor do que eu imaginei.



Usamos por 4 dias, com o complemento do pente fino.



Agora Tiguim está liberto!



Graças a Deus!





Piolhos! E agora?

(Pediculus capitis)



Pesadelo para muitos pais, o piolho é um minúsculo parasita externo que habita entre os cabelos humanos e se alimenta de pequenas quantidades de sangue.
É incrivelmente chato e desconfortável, mas é um problema bem comum em crianças com idade entre 3 e 12 anos. Em meninas, o problema é ainda mais comum.
Não é perigoso ter piolhos e eles não transmitem doenças mas são contagiosos e extremamente irritantes. Cada mordida, coça muito e pode causar inflamação na pele capilar. Eles não saltam. Para passar de uma cabeça à outra, o fazem apenas através do contato direto. Compartilhar roupas, bonés, cama, escovas ou pentes com alguém contaminado é uma das formas possíveis de entrar em contato com o piolho.
Pediculose é o nome dado à infestação por piolhos.



O piolho em si, às vezes é difícil de localizá-lo pois ele se move rapidamente e não são tantos para se ver em comparação com o número de lêndeas.
Constatando que a criança está com infestação de piolhos, contate a escola e vizinhos que têm contato com a criança para avisá-los e ajudar a encontrar outras crianças com infestação



Tratamento
Há no mercado, shampoos e produtos específicos para a eliminação do piolhos e suas lêndeas.
O melhor é perguntar ao seu médico qual produto se aplica ao seu caso em específico. Após examinar a criança, seu médico poderá informar a quantidade e frequencia do produto a ser aplicado. Muitos destes produtos são inseticidas e se usados de forma incorreta, pode causar danos à saúde da criança.
O uso de pente fino ajuda a remover as lêndeas mortas e alguns piolhos. Dificilmente o problema será resolvido apenas com o uso de pente fino. Ao usar o pente, coloque um pano branco em volta dos ombros para ver onde os piolhos e lêndeas estão caindo.

A criança com pediculose (infestação por piolhos) pode passar por dificuldades como:
* Vergonha de falar sobre o assunto com colegas, pois há preconceito e ela pode ser julgada como uma criança com higiene precária. Mas isto é um mito, o piolho gosta de cabelos limpos para se instalar.
* A infestação por piolhos causa irritabilidade e falta de concentração, bem como, pertubação do sono.
* É possível a criança ter anemia e infecções secundárias.

Este tabu precisa acabar, quem tem piolho precisa avisar em seu ambiente pois o problema de piolho não se trata de um problema pessoal e particular. O problema é coletivo e todos precisam se examinar ao saber que houve um caso por perto.

Prevenção
É difícil se prevenir dos piolhos já que não existe nenhum produto para isto.
A única forma de prevenção está nos hábitos. Avise a criança a:
* Evitar contato cabeça com cabeça com outras crianças;
* Evitar utilizar escovas e pentes de outras pessoas;
* Evitar usar boné, tiara, presilha, toalha, cachecol, chapéu ou faixas alheias e
* Evitar cama ou travesseiro de ambiente onde se soube de casos de piolho

Se soube de algum caso na escola ou grupo que a criança frequenta, examine a cabeça da criança todos os dias para ter certeza de que não houve contaminação. Quanto antes o problema for identificado, melhor e mais fácil será de eliminá-lo.

17 Comentários:

Bia disse...

Amiga, isso é absolutamente normal!
Não há nada que impossibilite alguém de pegar piolhos... basta ter cabelo!
Nada tem a ver com higiene...

Nós, mães, somos cobradas o tempo todo de todo mundo! Um absurdo! Ninguém pode ver uma criança picadinha de pernilongo ou com a unha por cortar que já pensa "mãe relaxada!"...

Com essas pessoas sou bem grossa e não poupo palavras. Aff, sou muito revoltada com isso.

Beijos beijos

Ps.: Você viu que eu coloquei a foto do livrinho no meu album do orkut pra você pegar? Desculpa a demora!!!

Jackiie ♥ disse...

oii :)
poow, não acho que piolho é sinônimo de falta de higine, a pesar q tem pessoas não tem higiene e seus filhos que sofrem com isso.
Mas isso é normal, toda criança tem, eu acho que é igual catapora ou sarampo, rs

Adorei o blog, estou seguindo e quero conhecer mais do mundo mãe, rs
Logo quero ser mãe tbm e quero aprender mais :)

...beijinhoooos

Beta disse...

A minha Gabi tbm pegou bem novinha e ainda não tinha ido p/ escola. Eu fiquei hororrizada e procurando um culpado. Mas, depois vi que era normal, e não é questão de porcaria pegar piolho e sim deixar que eles fiquem na cabecinha deles..
Bjs!

Paloma Gavazza disse...

Aqui em casa tb aconteceu isso, meu filho pegou piolho logo que completou 2 anos, e ele tb nem vai pra escola ainda! Ah e fiz igual a vc, só postei sobre o assunto quando os bichinhos já tinham sido eliminados rsrsrsrs bjs!

Cris Bispo disse...

Minha mãe passava vinagre de maçã na minha cabeça para matar as lêndeas. Passava pente fino com o cabelo molhado para tirar as lêndeas mortas e, quando os cabelos estavam secos, a gente ficava de quatro na cama com a cabeça jogada pra frente e pra baixo e minha mãe passava escova. Estendida na cama, ficava uma fralda bem branquinha. Os piolhos adultos íam caindo um a um. Ela pegava da fralda e matava todos.

Nunca precisei passar remédio. Pretendo fazer o mesmo QUANDO acontecer com minha filha (nada de: "SE acontecer", pois VAI acontecer)

kkfaria disse...

Menina, nem me fale de piolhos. Fui num salão de rede famosa aqui perto de casa, e depois de alguns dias percebi: estava cheia de piolhos! Fiquei com um ódio danado, pq tava com medo de ir pra Jade! Esse bicho é chato demais e tb não descuido da higiene, mas o salão volto mais não! kkkkkkkkk

Binho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dina disse...

Pecadinho, mas que bom que já passou.
Isso é super normal.
Nossa, eu perdi as contas de quantas vezes tive piolho na minha infancia hahaha odiava o tal do pente finooooo.

Bjss

O lord da diva disse...

Aiixi que fase punk essa!!
Mais completamente normal =/ o tadinho eim mais Dani amadinha fica relax é nítido que o tiguim é super mega bem cuidado e isso acontece mesmo caraca acho que é difícil aguem que nunca pegou piolhos =S..
beijocas

Chris Ferreira disse...

Oi Dani,
esses piolhos enlouquecem a gente.
Aqui já sofri com isso. Haja pente fino.
Uma coisa que adiantou é mandar as meninas de cabelo preso para a escola e passar aquele perfume Alfazema. Lembra?
Gente, os piolhos não entram em cabelo com alfazema. É verdade.
Quando eu era pequena essa era a receita da minha avó. No desespero eu repeti com as minhas filhas e funcionou. Nunca mais teve piolho aqui em casa.
beijos
Chris
http://inventandocomamamae.blogspot.com/

Diários do Papai disse...

Não tem a ver só com higiene, não: explique para os seus parentes cri-cris que só se isolar uma criança numa bolha para que ela não pegue piolho de outras crianças em períodos de "febre" deste parasita insuportável...

E quanto ao nome que você pergunta... Só faltou um 'i': 'bullying'. Mas, quer saber: melhor largar mão desses nomes complicados do estrangeiro e nos voltarmos para a nossa boa e velha Língua, né? Deixemos como "provocação dos valentões" ou mesmo "acossamento"... Não, todo mundo prefere o "ingrêis"...

Abração e apareça! Minha SuperFilha é imune a piolho: em Krypton não tinha isso, ré ré!

carlamachadosilva disse...

Dani
Eu vi no twitter que vc ofereceu pacote para Rio Quente ... eu tenho interesse, se quiser me escreve para que possamos conversar melhor.
carlamachadosilva@hotmail.com
bjus ate mais!

Ana disse...

Menina de Deus! com esses parentes vc. nem precisa de inimigos! afff!

beijos
Ana

Michelle Bueno disse...

Ai gente, tem que bater nesse povo que faz essas associações babacas de piolhos né! Quero só ver quem nunca pegou. Eu por exemplo já tive! É uó, mas fazer o que? HAHAHAHA...

disse...

Dani, obrigada pelo comentário... penso como vc e já foi decretado aqui q o troninho fica no banheiro. Sempre qdo Matheus o vê, quer pegar pra brincar mas eu não deixo. E ele ainda está muito resistente em sentar... td tem seu tempo... bjs

Mamãe Cristã disse...

ah flor, isso é normal, é como vc disse, a gente não tem como saber das outras crianças. por mais que a gente cuide dos nossos filhos, não sabemos quem os cerca, né? a Kamila uma vez, quando tinha 11 meses, eu achei 1 piolho na cabeça dela, rs, ainda bem que foi só um, pq é um trabalho né!? mas que bom que ele já está livre, e não dá bola pro que os outros falam. como vc disse, acontece! beijos!

Caroline Pozzatti disse...

Menina, nao se culpe. O piolho esta ai mesmo…
Se voce que tem piolho e nao faz nada entao se preocupe com voce mesma. Mas acho que noa eh assim que acontece ai ne?
super beijo!
Carol

Related Posts with Thumbnails

Meu Orkut

Este blog possui atualmente:
Comentários em Artigos!
Widget UsuárioCompulsivo

Receba atualizações no seu e-mail!

  ©Template by Dicas Blogger.

TOPO  

BlogBlogs.Com.Br